Atuamos com diversos players investidores.
Buscamos sempre a melhor negociação para o cliente.

Atuamos com diversos players investidores.
Buscamos sempre a melhor negociação para o cliente.

A Accorda – Ativos Judiciais, atua com a intermediação, compra e venda de créditos decorrentes de processos judiciais – Cíveis, Trabalhistas, Tributários, Previdenciários.

Nosso maior objetivo é gerar liquidez para empresários, profissionais e advogados, a partir da negociação e antecipação destes ativos junto a canais qualificados e certificados de aquisição – fundos de investimentos e investidores diretos.

Buscamos fomentar a economia e o investimento, por meio de uma nova modalidade de negócio. Seriedade, transparência, atendimento exclusivo e personalizado, foco no resultado, são os pilares do nosso negócio.

LER MAIS

Posso negociar um
ativo judicial?

Com certeza você pode negociar seu ativo. Se você tem uma ação judicial com decisão favorável, nós já podemos analisar a oportunidade e a possibilidade de oferecimento de proposta para negociação, seja diretamente, seja por um de nossos parceiros.

LER MAIS

Sobre Nós

A Accorda – Ativos Judiciais, atua com a intermediação, compra e venda de créditos decorrentes de processos judiciais – Cíveis, Trabalhistas, Tributários, Previdenciários.

Posso negociar um
ativo judicial?

Com certeza você pode negociar seu ativo. Se você tem uma ação judicial com decisão favorável, nós já podemos analisar a oportunidade e a possibilidade de oferecimento de proposta para negociação, seja diretamente, seja por um de nossos parceiros.

Quer negociar seu
Ativo Judicial?


    Quer negociar seu
    Ativo Judicial?


      Ativos Judiciais

      Uma decisão judicial gera um título - direito ou crédito. Este título tem um valor de mercado e poderá, portanto, ser negociado, representando uma boa oportunidade de acesso a recurso para o titular do ativo – pessoa física ou jurídica, e um bom negócio para quem deseja investir.

      Advogados e escritórios de advocacia, podem se utilizar desta alternativa, uma vez que também detém créditos – no caso honorários, passíveis de negociação.

      Portanto, se você tem uma ação cível, trabalhista, tributária ou ainda previdenciária, com decisão favorável, e deseja antecipar o recebimento, conheça a AccordaAtivos Judiciais.

      *A Accorda NÃO REALIZA serviços ou atividades juridicas.

      SAIBA MAIS

      Com a Accorda, o processo é:
      ágil, seguro e eficiente.

      Quero investir
      em Ativos Judiciais.

      O investimento em ativos judiciais é uma alternativa que cada vez mais se desenvolve e ganha espaço no mercado.

      Essa possibilidade, pode se dar das mais variadas formas, seja por meio de investimentos em Fundos – FIDCs ou FIDCs NPs, grandes instituições financeiras ou até mesmo de forma direta, por operações pontuais, específicas, personalizadas.

      Taxas representativas de remuneração, não incidência de imposto de renda sobre os juros e a correção monetária e a necessidade de geração de recurso em curto prazo para quem quer vender, podem representar oportunidades relevantes para o investidor.
      Quer saber mais sobre investimentos em ativos?

      SAIBA MAIS

      Ativos Judiciais

      Uma decisão judicial gera um título - direito ou crédito. Este título tem um valor de mercado e poderá, portanto, ser negociado, representando uma boa oportunidade de acesso a recurso para o titular do ativo – pessoa física ou jurídica, e um bom negócio para quem deseja investir.

      Advogados e escritórios de advocacia, podem se utilizar desta alternativa, uma vez que também detém créditos – no caso honorários, passíveis de negociação.

      Portanto, se você tem uma ação cível, trabalhista, tributária ou ainda previdenciária, com decisão favorável, e deseja antecipar o recebimento, conheça a AccordaAtivos Judiciais.

      *A Accorda NÃO REALIZA serviços ou atividades juridicas.

      SAIBA MAIS

      Com a Accorda, o processo é:
      ágil, seguro e eficiente.

      Quero investir
      em Ativos Judiciais.

      O investimento em ativos judiciais é uma alternativa que cada vez mais se desenvolve e ganha espaço no mercado.

      Essa possibilidade, pode se dar das mais variadas formas, seja por meio de investimentos em Fundos – FIDCs ou FIDCs NPs, grandes instituições financeiras ou até mesmo de forma direta, por operações pontuais, específicas, personalizadas.

      Taxas representativas de remuneração, não incidência de imposto de renda sobre os juros e a correção monetária e a necessidade de geração de recurso em curto prazo para quem quer vender, podem representar oportunidades relevantes para o investidor.
      Quer saber mais sobre investimentos em ativos?

      Cadastre-se e
      seja um investidor.


        Cadastre-se e
        seja um investidor.


          1. QUEM PODE REALIZAR A VENDA DE CRÉDITO JUDICIAL?
          Toda pessoa que tiver uma ação judicial, ativa, com decisão favorável, perante a Justiça Comum, Federal ou do Trabalho, poderá realizar a negociação deste direito ou crédito, por meio de um contrato de cessão, sempre com o suporte do seu advogado
          2. O QUE É VENDA OU NEGOCIAÇÃO DE CRÉDITO JUDICIAL?
          Operação por meio da qual o titular do crédito ou ativo (que possua ação judicial com decisão favorável) cede o direito vinculado ao processo para um terceiro investidor – parcial ou integralmente, mediante pagamento, conferindo a este de modo a viabilizar a negociação um deságio ou desconto nos moldes do que tratado pelas partes.
          3. COMO A OPERAÇÃO É VIABILIZADA?
          Por meio de um instrumento contratual de cessão de direito ou crédito, formalizado entre o autor da ação e o investidor, no qual se estabelecem todos os parâmetros do negócio assim como forma de pagamento. Neste momento então, o autor/cedente deixa de ter QUALQUER RESPONSABILIDADE PELA AÇÃO, passando o cessionário a responder pelo mesmo integralmente.
          4. A CESSÃO DE CRÉDITOS JUDICIAIS RESTA PREVISTA EM LEI?
          Sim, sem dúvida, procedimento amparado integralmente pela legislação. Regulam o tema as disposições constates dos artigos 286 a 298 do Código Civil Brasileiro, restando tal situação amparada por jurisprudência consolidada dos principais tribunais pátrios – STF, STJ e TST.
          5. QUAL A RESPONSABILIDADE DO CEDENTE APÓS REALIZADA A CESSÃO DO DIRIETO OU CRÉDITO?
          Nenhuma. Formalizada a cessão por contrato, a pessoa física ou jurídica que possuía ação judicial, e cede os seus créditos a um terceiro, deixa de ter QUALQUER RESPONSABILIDADE SOBRE O PROCESSO, nem junto à demandada, nem mesmo junto ao investidor/cessionário.
          6. COMO É CONDUZIDA A QUESTÃO DA PARTICIPAÇÃO DOS ADVOGADOS E HONORÁRIOS DO PROCURADOR DO AUTOR DA AÇÃO?
          Todo a operação envolve necessariamente o advogado do cedente, titular do direito. A negociação com o advogado, inclusive, acerca dos seus honorários, é feita diretamente com o bacharel. É fundamental que os interesses de todas as partes sejam atendidos, o negócio dever ser bom para todos, sob pena de não ser realizado.
          7. COMO A ACCORDA ATUA NESSA OPERAÇÃO?
          A Accorda atua como compradora-aquirente ou ainda intermediadora nestas negociações, aproximando àqueles que pretendem vender seus créditos, daqueles que desejam investir. Estas operações podem ser realizadas junto a fundos de investimentos parceiros, devidamente habilitados, regulados e certificados, ou ainda diretamente a investidores interessados vinculados a nossa operação.
          8. QUEM PODE INVESTIR NA COMPRA DE CRÉDITOS JUDICIAIS?
          Qualquer um, toda pessoa/empresa que tenha interesse em diversificar seus investimentos, aplicando em novas e rentáveis oportunidades de negócio.
          9. É SEGURO INVESTIR NA COMPRA DE ATIVOS JUDICIAIS?
          Com certeza. Nossa empresa, com o suporte de parceiros experientes e qualificados, realiza a validação do crédito – due dilligences técnicas, análise do perfil da empresa devedora, liquidez da operação; para só então levar e submeter estas oportunidades para análise de nossos investidores.
          10. A ACCORDA REALIZA SERVIÇOS JURIDICOS?
          Não, a Accorda não realizar qualquer atividade jurídica, este não é nosso negócio, não integra nosso core business. A Accorda é uma empresa especializada na intermediação, compra e venda de ativos judiciais – precatórios, créditos cíveis e trabalhistas. A Accorda não realiza serviços jurídicos - não presta consultoria ou assessoria, nem patrocina ações judiciais.

          Acompanhe nosso Blog


          Acompanhe tudo sobre ativos judiciais e inovações neste mercado.

          Principais notícias sobre
          Ativos Judiciais


          Na semana passada, lendo o jornal Valor Econômico, deparei-me com uma reportagem assim intitulada "TST admite possibilidade de venda de créditos trabalhistas", assinada pela jornalista Adriana Aguiar, onde refere que o brilhante ministro Douglas Alencar Rodrigues, em decisão singular, manifesta sua posição sobre ser válida a cessão de créditos trabalhistas a terceiros.

          Leia Mais

          Crise e demora da Justiça para a resolução de um processo - são seis anos, em média, para o encerramento - aqueceram esse mercado

          Leia Mais

          Que o Brasil tem um enorme número de reclamações trabalhistas todo mundo já sabe. O que talvez grande parte da população desconheça é que tão grandes quanto o número de reclamações trabalhistas em andamento no país são os valores totais pagos pelas empresas aos ex empregados.

          Leia Mais

          Quer vender ou investir
          em Ativos Judiciais?

          Preencha os dados abaixo que
          entraremos em contato com você







            ou entre em contato pelo telefone (51) 9 9781-7876

            Iniciar conversa
            Precisa de Ajuda? Fale Conosco
            Converse com a nossa equipe de atendimento via Whatsapp.